Formatação

A formatação do trabalho acadêmico geralmente segue as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), a menos que seu programa de graduação ou pós-graduação estabeleça suas diretrizes próprias ou siga normas internacionais, como é o caso de alguns programas que conhecemos. Nesse caso, as diretrizes do programa devem prevalecer.

Abaixo, confira as principais regras da ABNT para formatação:

  • Usar papel A4 com margens esquerda e superior de 3 cm e direita e inferior de 2 cm.
  • Usar fonte clara (por convenção, sugerimos Times New Roman ou Arial), tamanho 12, espacejamento entre linhas de 1,5 cm e alinhamento justificado. Nas citações em recuo (separadas do texto), nas legendas (de figuras, tabelas ou gráficos) e nas notas de rodapé, a fonte muda para tamanho menor (convencionalmente o tamanho 10) e o espacejamento entre linhas é simples.
  • Usar fonte 12 também nos resumos (um em português e outro em língua estrangeira), mas nesse caso o espacejamento pode ser tanto 1,5 cm quanto simples.
  • Iniciar cada nova parte do trabalho (índice, capítulos, referências, anexos, etc.) em uma nova página.
  • Dividir o trabalho acadêmico do tipo TCC, monografia, dissertação e tese em elementos pré-textuais, textuais, e pós-textuais.

Os elementos pré-textuais são: capa, folha de rosto, folha de aprovação (também conhecida como página de assinaturas da banca), dedicatória (item opcional), agradecimento (item opcional, porém tipicamente empregado), epígrafe (item opcional), resumo em português, resumo em língua estrangeira, listas (itens opcionais: lista de figuras, lista de siglas e abreviações, etc.), e sumário.

Os elementos textuais correspondem ao texto monográfico em si, com introdução, desenvolvimento (que normalmente se divide em capítulos separados para revisão de literatura, metodologia e apresentação e discussão dos resultados), e conclusão. Para mais sobre elementos textuais, clique aqui.

Os elementos pós-textuais incluem as referências bibliográficas, glossário (opcional), apêndice (opcional) e anexos (opcional).

Todas as páginas são consideradas para o número total de páginas do trabalho, porém a numeração só começa a aparecer no texto a partir da primeira página de elemento textual, no caso, a primeira página da introdução. Ou seja, as páginas que antecedem a introdução são contadas, porém não identificadas com numeração. A numeração se dá no canto superior direito, em algarismo arábico, e termina na última página do trabalho, independente dessa última página ser o elemento pós-textual obrigatório (isto é, a lista de referências) ou um elemento pós-textual opcional (exemplo: o glossário).