Parágrafos

Um parágrafo apresenta unidade de sentido na medida em que desenvolve uma ideia central ou principal. Se o tema em debate suscitar outras ideias, essas devem ser escritas em novos parágrafos. A ideia central de cada parágrafo é dada a partir do tópico frasal.

Independente do grau de complexidade da ideia nuclear do parágrafo, é preciso ter em mente o seu leitor e a extensão de cada unidade do texto. Por exemplo, parágrafos de duas linhas (comumente aceitos em outros tipos de texto) dificilmente desenvolvem uma ideia de modo suficiente na redação acadêmica, e isso pode frustrar o leitor. De modo semelhante, parágrafos que ocupam mais de uma página podem ser frustrantes na medida em que o pensamento extenso é mais difícil de acompanhar, e provavelmente em um parágrafo tão longo há mais de uma ideia nuclear. Isso resulta em confusão, dificuldade de entendimento, e pode até mesmo levar o(a) leitor(a) a perder o interesse pela leitura.

Existem diferentes formas de desenvolver a ideia principal do parágrafo. Tal processo constitui o próprio desenvolvimento do parágrafo em si. Algumas formas de desenvolver o parágrafo (a partir do desenvolvimento da própria ideia nuclear) são:

  • Por enumeração: quando são listados ou enumerados fatos, pontos de vista, argumentos, etc. Por exemplo: “Tal argumento a favor das políticas públicas culturais é importante por pelo menos dois motivos. Primeiro, deve-se considerar que . . . Além disso, em segundo lugar, temos que . . .”
  • Por confronto: são colocadas lado a lado diferentes ideias, fatos ou visões. Por exemplo: “Alguns economistas se posicionam de modo desfavorável ao aumento dos programas governamentais assistenciais. Porém, diversos estudiosos das ciências sociais argumentam que tais programas são cruciais para os grupos carentes favorecidos. Seus argumentos são fundamentados na perspectiva . . .” (Nesse caso, não se esqueça de citar quem são os estudiosos).
  • Por analogia ou comparação: imaginam-se ou estipulam-se semelhanças entre diferentes termos, com uso de expressões como semelhante a, do mesmo modo, assim como, etc.
  • Por uso de exemplos: desenvolver o parágrafo com exemplos ajuda na sustentação do argumento, que se torna mais difícil de refutar na medida em que são providenciadas ilustrações para a ideia apresentada.
  • Por relações de causa e consequência: nesse desenvolvimento da ideia central, apresenta-se uma relação lógica entre um dado fato e sua consequência.

Para mais sobre o assunto, indicamos:

REIZ, P. Redação científica moderna. São Paulo: Editora Hyria, 2013.

Próxima página